A História da Escola

 

TIPOLOGIA DE ESCOLA

As origens da Escola Secundária Engenheiro Calazans Duarte, como quase tudo o mais na Marinha Grande, estão ligadas à Real Fábrica de Vidros, criada em 1769. Aí, Guilherme Stephens fundou, ainda no século XVIII, uma escola para ensinar as primeiras letras, desenho e música aos trabalhadores. Porém, com o desenvolvimento da indústria vidreira, cedo se manifestou a necessidade de criar uma escola industrial, o que veio a acontecer por Portaria de 1893. No entanto,  ela não chegou a existir de facto e só em 1920 é criada a Escola de Vidreiros, em instalações  da já referida Fábrica, e em que funcionava uma aula de Desenho. É esta Escola que, a instâncias do Engº Calazans Duarte, então Administrador da mesma Fábrica, é transformada na Escola Industrial de Guilherme Stephens, inaugurada em Março de 1925. Em 1931, ano em que o Engº Calazans Duarte deixa de exercer o cargo de Director da Escola, eram ministrados os cursos de Pintor de Vidros, de Lapidador de Vidros e de Vidreiros.

No entanto, o funcionamento da Escola é motivo de reparos, quer por causa das suas instalações, consideradas deficientes, quer por falta de apoios por parte da Câmara e do Governo, como nota em 1942 o Engº Calazans Duarte. Em 1948 são acrescentados aos curso em funcionamento (Formação de Costura e Bordados; Complementar de Aprendizagem de Vidraria) os de Formação de Serralheiro e o Complementar de Aprendizagem de Comércio. Em Junho de 1959, sendo Director o Pintor Alberto Nery Capucho, foi inaugurado um novo edifício, sito no lugar de Casal de Malta. Neste, projectado para quinhentos alunos e constituído por três corpos ligados por galerias cobertas, passou a funcionar a já então denominada Escola Industrial e Comercial, onde eram leccionados os cursos de Comércio, Serralharia Mecânica, Costura e Bordados e o do Ciclo Preparatório. Este último transfere-se, em 1972, e na sequência da legislação publicada ao longo da década de 60 (que operou a fusão desse Ciclo com o 1º Ciclo do Ensino Liceal, integrando-os na escolaridade obrigatória), para uma nova escola criada para o efeito, a Escola Preparatória da Marinha Grande, localizada nos terrenos devolutos em frente da Escola Industrial e Comercial.

Nesse mesmo início da década de 70, nova alteração se deu na Escola Industrial e Comercial da Marinha Grande: além dos Cursos Industriais e Comerciais, diurnos e nocturnos, começou aí a funcionar uma Secção do Liceu de Leiria, com o 2º Ciclo do Ensino Liceal. A população escolar foi, entretanto, crescendo assinalavelmente,  o que deu lugar à sucessiva implantação, como instalações provisórias, de pavilhões pré-fabricados.

Nasceu também, em 1972,  o Curso de Formação Profissional para a Indústria de Moldes Metálicos – Especialidade de Fresagem (conhecido como Curso de Fresadores), experiência notavelmente inovadora quer pela sua estrutura curricular, diferente da de todos os outros, quer por ter nascido da iniciativa conjunta das empresas do sector representadas na sua associação, a Cefamol, do Fundo de Fomento da Exportação e dos Ministérios do Trabalho e da Educação, representado pela Escola. Esta assumiu, autonomamente com as empresas, a gestão do curso, a sua orientação pedagógica e de dotação de professores.

Na sequência da publicação da 1ª Lei de Bases do Sistema Educativo, de 1973, foi implementada, a partir do 25 de Abril de 74, a fusão dos dois ramos de ensino, sendo os liceus e escolas técnicas transformados em escolas secundárias. Na Escola, que fora temporariamente denominada Secundária Polivalente da Marinha Grande, passou a funcionar  então o Ensino Secundário Unificado,  constituído pelo Curso Geral – compreendendo os 7º, 8º e 9º anos – e pelo Curso Complementar – compreendendo os 10º e  11º anos.

Planeada para apenas quinhentos alunos, e frequentada pelo dobro, a Escola Secundária da Marinha Grande continuou a viver em regime de superlotação, com as inevitáveis dificuldades de funcionamento. Em meados de 70, parte das turmas passaram a funcionar nas instalações do Colégio Afonsos Lopes Vieira, que fora, entretanto, extinto. Com o passar dos anos e a progressiva degradação dos pavilhões pré-fabricados, tornou-se cada vez mais premente a construção de um novo edifício, tanto mais que em 1981 foi criado um novo ano, o 12º. Por outro lado,  a publicação da Lei de Bases do Sistema Educativo de 1986, que instituiu  a escolaridade mínima de 9 anos (o Ensino Básico, a que se seguia o Ensino Secundário, de 3 anos), viria a contribuir para o reforço da afluência de alunos.

A situação de superlotação e degradação das instalações veio a ser ultrapassada com a entrada em funcionamento, no ano lectivo de 1987/88, de uma nova Escola Secundária (actual Escola Secundária do Pinhal do Rei). A partir de então, a designação da Escola passou a Secundária Nº1 da Marinha Grande até que, em 1991, lhe foi atribuído um patrono, nascendo então o nome que hoje tem: Escola Secundária Engº Acácio de Calazans Duarte.

Na década de 90, a massificação do Ensino Secundário reflectiu-se também na Escola. A inauguração de novo edifício, designado por Bloco B, no ano lectivo de 1997/98, em substituição dos pavilhões pré-fabricados ainda existentes, veio melhorar as suas condições de funcionamento. Nesse mesmo ano, após uma progressiva redução das turmas do 3º Ciclo do Ensino Básico,  passou a funcionar na escola, a nível diurno, apenas o Ensino Secundário – 10º, 11º e 12º anos.

Contudo, a Escola manteve, ao longo das sucessivas transformações, a sua vertente profissionalizante. De facto, ela permaneceu fiel à sua origem, procurando responder às necessidades da indústria local e reforçar a sua inserção na comunidade. Assim, logo em 1980 foi reactivado o Curso de Fresadores, a que se seguiu a implementação na Escola de Cursos Profissionais, ressurgidos a nível nacional em 1983. A partir de então e durante a década de 90, foram funcionando na Escola, a par dos cursos orientados para o prosseguimento de estudos,  várias modalidades de Ensino Técnico-Profissional, nomeadamente na área da Mecânica e da Contabilidade.

Na década de 2000, a escola enveredou pela reintegração do Ensino Básico, com a abertura de três turmas do 3º Ciclo. Esta foi uma fase igualmente marcante no que concerne à faceta profissionalizante da escola, com a instalação dos Cursos de Educação e Formação e com a implementação dos novos Cursos Profissionais, na área da Mecânica, em 2004/05.

No ano lectivo 2006/07, a Escola iniciou uma nova etapa rumo à sua interacção com o meio, reforçando a sua missão de contribuir para a formação da comunidade local, ao ser acreditada como Entidade Promotora de um Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC). A entrada em funcionamento do CNO permitiu ainda diversificar as modalidades de formação de adultos através dos Cursos de Educação e Formação de Adultos e de Unidades de Formação de Curta Duração.

Em 2009, ano em que se comemoraram os 50 anos do edifício inaugurado em 1959 e em que o ensino secundária passou a integrar a escolaridade obrigatória,  deu-se início a um novo processo de requalificação e construção de novos espaços. Efectivamente, a Escola foi incluída na 2ª fase do Programa de Modernização do Parque Escolar Destinado ao Ensino Secundário, levado a efeito pela Parque Escolar, EPE, criada pelo Decreto – Lei n.º 41/2007, de 21 de Fevereiro. Integrada, com mais 74 escolas,  no grupo das construídas entre 1936 e 1968, as obras iniciaram-se em Junho de 2009, decorrendo até Setembro de 2010. Inaugurada oficialmente a 5 de Outubro de 2010, a Escola encontra-se actualmente dotada de melhores condições físicas e materiais, que certamente propiciarão o que todos os que nela trabalham desejam: um melhor serviço à comunidade.

 

 

Fontes:

Projecto Educativo da Escola  Secundária Engº Calazans Duarte 2010/2013

Projecto Educativo do Agrupamento de Escolas Guilherme Stephens – Marinha Grande 2008

Equipa TIC, Escola Secundária Engº Calazans Duarte, Escola Secundária Engº Calazans Duarte, 2009

José M. Amado Mendes, História da Marinha Grande, Câmara Municipal da Marinha Grande, 1993

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s